Como fazer sumário para um TCC

O sumário do TCC nada mais é do que uma divisão de todas as partes da monografia ou do trabalho em questão apresentada logo no começo para que o leitor possa se situar e compreender qual o começo, o meio e o fim do conteúdo do trabalho. Pois bem, mais adiante daremos uma ideia de mais ou menos como se forma o esqueleto de um sumário para o seu TCC.

Como fazer sumário ABNT – Introdução do projeto

Quando alguém abre um projeto de graduação, uma investigação, uma tese, ou seja, qualquer investigação, a primeira coisa que observa é a introdução, portanto, é imprescindível apresentar seu conteúdo de forma clara e precisa, pois é aí que se encontra a exposição. Sem dúvida, a redação do conteúdo da introdução de qualquer trabalho de pesquisa deve ser muito bem redigida para não gerar confusão quando algum especialista ou não o lê. E o pior é que até coisas simples, como fazer um sumário, podem se tornar difíceis ou complicadas à primeira vista.

O conteúdo da introdução deve ser sintetizado em no máximo três páginas e sua redação deve ser impecável e bem apresentada. É essencial que a grafia esteja correta. O texto deve ser necessariamente conciso e simples, pois nem todo mundo que o lê ou dá uma olhada na introdução desse texto é especialista. Nesta parte do trabalho de pesquisa, nenhum exemplo deve ser usado, o resultado final da pesquisa não deve ser antecipado e em nenhuma circunstância deve ser incluído qualquer gráfico.

Como fazer sumário word – Conclusão do Projeto

As conclusões de qualquer trabalho de pesquisa é a parte onde o pesquisador tem o compromisso de sintetizar ou condensar os resultados de sua exploração de tal forma que os resultados obtidos na exploração possam ser apreciados e compreendidos, circunstância que é realizada por meios de demonstração ou negação da hipótese e / ou cumprimento dos objetivos gerais e específicos inicialmente formulados.

Nesse sentido, não devem ser acrescentados novos elementos de discussão que não tenham sido abordados durante a investigação, circunstância que não impossibilita considerar as novas ideias que surgem como resultado da investigação realizada e anexá-las como contribuição.

Como fazer sumário no Google Docs

Você pode seguir mais ou menos o mesmo padrão que mostraremos abaixo que estará exatamente dentro dos padrões do que se vê na maioria dos TCCs. Veja só:

  1. O problema e a definição do problema
  2. Título descritivo do projeto
  3. Formulação do problema
  4. Objetivos da investigação
  5. Justificativa
  6. Limitações

II.- Apresentação dos resultados

  1. Fundamentos teóricos
  2. Antecedentes do problema
  3. Elaboração de hipóteses
  4. Identificação das variáveis

III.- Metodologia

  1. Projeto de técnicas de coleta de informações
  2. População e amostra
  3. Técnicas de análise
  4. Índice analítico provisório do projeto
  5. Guia de trabalho de campo

IV.- Aspectos Administrativos

  1. Recursos humanos
  2. Orçamento
  3. Cronograma

V.- Bibiografia

Sumário automático – Vamos ver como fazer algumas seções

A primeira coisa que nos interessa é saber, saber, o que será investigado: por que, para quê, qual o valor ou a importância do fato ou fenômeno a ser investigado. Se a pesquisa a ser realizada possui critérios de prioridade, novidade, oportunidade, conformidade ou comportamento. Se você busca um TCC pronto, deveria pensar em fazer um sumário automático.

Problema de Investigação

O que afinal é a formulação de um problema? Partamos dos seguintes critérios: formular um problema é caracterizá-lo, defini-lo, enquadrá-lo teoricamente, sugerir propostas de solução a serem demonstradas, estabelecer fontes de informação e métodos para coletar e processar essa informação. A caracterização ou definição do problema leva-nos a dar-lhe um título, no qual da forma mais clara e denotativa indicamos os elementos que lhe são essenciais, como fazer relatório do TCC e coisas assim.

Objetivos da investigação

Ele assume a realização esperada para as respostas expressas na hipótese. É o objetivo da investigação. Ele responde à pergunta: O QUE PROCURA COM A INVESTIGAÇÃO? Um objetivo deve ser escrito com verbos no infinitivo que podem ser avaliados, verificados e refutados a qualquer momento. Existem seis categorias: Memória, Compreensão, Aplicação, Análise, Síntese e Avaliação. É pertinente escrever um de cada categoria, mas sempre relacionado ao que a investigação busca demonstrar.

Fundamento teórico

É o mesmo que o quadro de referência, onde se condensará tudo o que for pertinente à literatura sobre o assunto a ser investigado. Deve ser uma busca detalhada e concreta onde o sujeito e o sujeito do objeto a ser investigado tenham um suporte teórico, que possa ser debatido, ampliado, conceituado e concluído. Nenhuma pesquisa deve ser privada de uma base ou estrutura teórica ou de referência.

É necessário que o grupo de trabalho conheça e manuseie todos os níveis teóricos de seu trabalho, para evitar a repetição de hipóteses ou abordagens já trabalhadas. A revisão desta parte do projeto deve ser bem clara para indicar qual(is) teórico(s) é (são) de utilidade para nortear sua pesquisa.

Esses fundamentos teóricos permitirão apresentar uma série de conceitos, que constituem um corpo unitário e não simplesmente um conjunto arbitrário de definições, por meio das quais os fenômenos particulares estudados são sistematizados, classificados e relacionados entre si.

Sumário como fazer – Antecedentes do assunto

Nesse aspecto, entrará em jogo a capacidade de pesquisa do grupo de trabalho, aqui se condensará tudo o que se relaciona ao que foi escrito e investigado sobre o objeto de pesquisa. É preciso diferenciar entre teóricos consultados e antecedentes do problema, já que às vezes confundimos os dois aspectos.

É hora de iniciar um processo de negação de muitas investigações que estão nas prateleiras das bibliotecas das diferentes universidades do país sem ter contribuído em nada para a construção do conhecimento em nenhuma de suas formas.

É oportuno lembrar que a citação dos antecedentes pode ser elaborada com base em datas e / ou cronogramas de outros projetos realizados, mas é imprescindível citar a fonte da consulta.

Como fazer sumário de TCC – Elaboração de hipóteses

É uma proposição afirmativa declarada para responder provisoriamente a um problema. Surge para explicar fatos ou fenômenos que caracterizam ou identificam o objeto de conhecimento.

  • Hipótese de primeiro grau: descreve fatos ou situações do objeto de conhecimento que, embora sejam conhecidos pelo saber popular, podem ser passíveis de verificação.
  • Hipótese de segundo grau: estabelecem uma relação de causa – efeito (se X, então Y). Esta afirmação é demonstrada e verificada por sua conexão com um modelo teórico.
  • Hipótese de terceiro grau: afirma-se a presença de relações existentes entre as variáveis complexo. Sugere explicações entre fenômenos de maior extensão.
  • Hipótese nula: aquela pela qual indicamos que a informação a ser obtida é contrária à hipótese de trabalho.

Identificação das variáveis

Cada hipótese constitui um julgamento, ou seja, uma afirmação ou negação de algo. No entanto, é um julgamento de natureza especial. É realmente um julgamento científico, técnico ou ideológico, quanto à sua origem ou essência. Assim sendo, toda hipótese implica um valor, um significado, uma solução específica para o problema.

Essa é a variável, ou seja, o valor que damos à hipótese. A variável se torna o conteúdo da solução que damos ao problema de pesquisa.

  • Variável independente: o valor verdade que é dado a uma hipótese em relação à causa, é chamado de variável independente.
  • Variável dependente: Chamamos hipóteses desta forma quando seu valor de verdade se refere não à causa, mas ao efeito.
  • Variável interveniente: será aquela cujo conteúdo se refere a um fator que já não é causa ou efeito, mas modifica as condições do problema sob investigação.

Como fazer um sumário de um trabalho – Metodologia do projeto

Uma das dúvidas mais recorrentes das pessoas é sobre como fazer sumário nas normas da ABNT, e a verdade é que não há muito mistério para fazê-lo. É como fazer resumo de TCC, algo que deve ser simples e direto ao ponto.

Desenho e técnicas de coleta de informações

Aqui você deve condensar todas as informações relacionadas a como você vai realizar o seu trabalho em estudo, quais parâmetros você utilizará se for suportado por dados estatísticos, que você avaliará todas as informações LEMBRE-SE QUE TODAS AS INFORMAÇÕES nem sempre são úteis para o seu trabalho. Deve-se selecionar que sirva como entrevista, artigo de revista, comentário seja rádio, textual ou de outra natureza. A fonte deve ser citada, bem como as pessoas que irão fornecer os dados, lembre-se de mencioná-los aqui e de forma especial e detalhada nos RECURSOS, sejam humanos ou institucionais.

População e amostra

População ou universo é qualquer conjunto de unidades ou elementos como pessoas, fazendas, municípios, empresas, etc., claramente definidos para os quais são calculadas estimativas ou se busca informação. As unidades, seu conteúdo e extensão devem ser definidos. Quando é impossível obter dados de todo o universo, é conveniente extrair uma amostra, um subconjunto do universo, que seja representativo. O projeto deve especificar o tamanho e o tipo de amostragem a ser utilizada: estratificada, simples ao acaso, conglomerada, proporcional, multiestágio, sistemática, etc.

Bibliografia

Na bibliografia, as obras que tratam do assunto são registradas, implícita ou explicitamente, não sendo aconselhável citar obras de cultura geral, como enciclopédias, dicionários, etc.

A lista bibliográfica ou referência bibliográfica pode ser subdividida em duas partes:

Fontes bibliográficas consultadas.

Fontes bibliográficas a consultar.

Lembre-se que este é um esboço do projeto de pesquisa, é o guia do que você vai investigar, em nenhum caso é a INVESTIGAÇÃO propriamente dita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *