Comprar Resenha crítica pronta – O que é uma resenha crítica?

Quando você está cursando uma graduação ou até mesmo na pós-graduação, são tantos nomes diferentes para os distintos gêneros do meio acadêmico, que é normal se confundir e complicar as coisas na nossa cabeça. Dúvidas como “o que é resenha crítica?”, “o que é um resumo de tcc?”, entre outras questões são muito comuns de serem endereçadas a jovens estudantes.

Foi pensando nisso, que criamos este conteúdo, onde explicamos as diferenças entre resenha crítica e resumo, como se estrutura uma resenha crítica de artigo, e vários outros pontos importantes que podem ajudar você em sua redação online e offline.

O que deve conter uma resenha crítica pronto exemplo?

Modelo (exemplo) de resenha crítica pronta (pdf)

Quando falamos de uma resenha crítica, estamos falando necessariamente de um texto analítico e também interpretativo. Isso porque, sendo uma resenha, você deve descrever e sintetizar analiticamente o que está sendo observado. E sendo uma resenha “crítica”, é necessário interpretar e opinar de forma argumentativa a sua visão sobre a questão.

Agora, você pode estar em dúvida do que pode ser ou não observado como objeto de uma resenha crítica. E a resposta é bastante simples: basicamente, qualquer produção de texto do nosso mundo pode ser analisada do ponto de vista de uma resenha crítica. E quando falamos texto, não nos limitamos ao texto escrito, já que materiais audiovisuais e de artes cênicas também podem ser objetos de resenhas críticas.

Portanto, você pode encontrar resenhas críticas de temas como:

  • Peças de teatro
  • Filmes de curta, média ou longa metragem
  • Livros
  • Textos acadêmicos
  • Música: álbuns, músicas específicas ou até um instrumentista específico
  • Entre outras coisas, como discursos, postagens, contos, crônicas, etc.

Compre uma resenha crítica pronta

Talvez você nem saiba sobre isso, mas é possível comprar resenhas críticas e outros trabalhos acadêmicos prontos online. Isso de forma bastante prática, rápida e sem complicação, através de uma plataforma chamada Studybay. A ideia do Studybay é conectar jovens estudantes e alunos de graduação ou pós-graduação a professores, doutores, acadêmicos, escritores e especialistas que possam ajudá-los no desenvolvimento de seus trabalhos. É claro que isso, na prática, é quase como comprar sua resenha crítica pronta, já que você terá toda a assessoria do começo ao final.

E não importa se você já começou a escrevê-la, ou se você não conseguiu escrever nem sequer o título do seu trabalho, os experts da Studybay estão aí para ajudá-lo. E como isso funciona? Bastante simples, com um passo a passo do processo sendo descrito logo abaixo:

  1. O primeiro a ser feito é um cadastro na plataforma do Studybay. Depois disso, você irá publicar sua demanda, descrevendo o que necessita exatamente. Por exemplo, pode dizer que precisa de uma resenha crítica de um filme para a aula de história, na qual sua turma está aprendendo sobre a Revolução Francesa. Isso é só um exemplo, ok? Você descreve qualquer coisa que precisar.
  2. Depois, os acadêmicos, escritores e pessoas registradas na plataforma de colaboradores do Studybay, tem acesso à sua demanda e podem fazer ofertas por sua contribuição com seu trabalho. Você então pode entrar em contato diretamente com cada um deles para avaliar a melhor opção disponível.
  3. Após acertar os detalhes com o colaborador da Studybay, é só relaxar e esperar. Você deve receber seu trabalho pronto no dia que for combinado com o escritor, e pode tirar nota máxima (ou quase isso) sem sofrer por várias noites em claro.

Obtenha um modelo de resenha crítica

Muitos alunos procuram modelos de resenhas críticas para tentar basear seu trabalho num desses modelos. Apresentaremos abaixo um modelo estrutural de qual lógica deve ser desenvolvida por trás de uma resenha crítica. Porém, é importante frisar que cada resenha acaba tendo um formato, extensão e até estrutura diferentes dependendo do tema abordado.

Veja como poderia ser estruturado um modelo lógico de uma resenha crítica:

  • Como quase todo texto acadêmico e mais informativo, você deve dividir mentalmente seu texto entre uma introdução, um desenvolvimento e um pensamento final – uma conclusão. Dessa forma, fica mais fácil ir desenvolvendo o trabalho.
  • A introdução da resenha deve descrever sinteticamente e já com alguns traços analíticos o objeto da resenha. Por exemplo, caso se trate de um filme, você o descreve de forma breve, mas ressaltando os pontos importantes para a sua crítica.
  • Não é porque é “crítica” que deve ser falando “mal” do objeto da resenha. Caso procure a palavra crítica no dicionário, verá que a principal acepção dela tem a ver com uma análise embasada e subjetiva sobre um tema. Ou seja, caso você tenha mais pontos positivos que negativos a ressaltar, não pense que isso pode ser um problema.

Estrutura de uma resenha crítica

Conforme falamos, a resenha crítica deve assumir uma estrutura parecida à maioria dos textos mais descritivos e informativos, o que significa que deve ter uma divisão – não necessariamente explícita – entre introdução, desenvolvimento e conclusão.

Além disso, você pode estruturar internamente a introdução, o desenvolvimento e até mesmo a conclusão em diversos subtítulos. Por exemplo, no caso de fazer uma resenha de um livro de Descartes, por se tratar de um autor estudado por diversas correntes filosóficas até hoje, você pode dividir a conclusão entre como determinada obra pode ser lida desde diversas perspectivas diferentes.

Resenha crítica ABNT – Quais são as regras?

É claro que conforme todo e qualquer trabalho acadêmico que tenha o mínimo de rigor, é essencial que sempre se cumpram todas as normas e regras impostas pela ABNT – a Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Apesar de ser criticada pelos estudantes e jovens acadêmicos, quem realmente trabalha com investigação científica agradece e aprecia o fato de que todos os trabalhos acadêmicos sejam padronizados e sigam determinadas normas técnicas.

Diferença entre resumo e resenha crítica

Eis a “pergunta do milhão”! Qual a diferença entre resumo e resenha crítica? Muitos alunos perguntam isso aos professores o tempo todo, e é uma questão bastante simples de responder. Imaginem só que você trabalha para uma empresa de games, na área de marketing, sendo responsável por escrever textos sobre os jogos da empresa. Sua função: escrever resumos dos jogos para colocar no site da produtora. Ou seja, você não colocará nada sobre o jogo ser muito bom ou muito ruim, você apenas os resumirá.

Caso trabalhe para uma revista de games, pode ter que fazer uma resenha crítica, e aí sim temos um exemplo completamente diferente, onde você irá expor suas opiniões pessoais, por mais que muitas vezes sejam embasadas em outros games e outras resenhas críticas.

 

O que é uma resenha crítica?

A resenha crítica é qualquer trabalho escrito de natureza descritiva-opinativa sobre um tema. Ou seja, você irá descrever, resumidamente, um objeto de estudo (pode ser um livro, um filme, uma música, etc), enquanto imprime a sua opinião e visão pessoal e crítica (não necessariamente ruim) sobre aquilo.

Como fazer resenha crítica?

Comece descrevendo o objeto da crítica. Na descrição, foque nos elementos que mais lhe chamam a atenção, e então, dedique a maior parte do texto para dar opiniões sobre aquele objeto de estudo. É importante que as opiniões tenham fundamento e que você utilize argumentos concretos para expressá-las. Ou seja: nada de achismos ou pensamentos aleatórios tirados do nada.

Autora: Sofia Barros Cunha
Editor do Site em comprartcc.com.br