Comprar plano de Marketing pronto sem mistérios nem dificuldades

Engana-se quem acha que ter seu próprio negócio é uma tarefa tranquila, com menos demandas e trabalho do que quando se trabalha como funcionário. Na verdade, quando se é dono do próprio negócio, temos que estar a par de todas as tarefas que envolvem a empresa, e um plano de marketing é essencial para isso. Apenas com um bom planejamento e um negócio muito bem estruturado é que se pode ter segurança em um empreendimento, independentemente da área de atuação.

Está buscando orientação para desenvolver um plano de marketing digital? Você pode ter um plano de negócios pronto sem muitos problemas com as dicas que daremos por aqui.

Confira um passo a passo e algumas dicas de ouro para um plano de marketing bem estruturado e coerente. Com esses conselhos, você terá seu trabalho pronto em poucas horas!

Plano de marketing digital pronto

O plano de marketing é uma peça fundamental para que sua empresa tenha uma estratégia que funcione bem para seus objetivos. Ainda mais se estamos falando de uma atuação em ambiente digital, tendo a internet como principal canal de comunicação. Neste meio, é mais essencial do que nunca saber muito bem o que fazer e por que fazer.

É claro que não existe uma receita de bolo que você deve seguir para um plano, principalmente porque cada empresa tem suas próprias características, contexto e peculiaridades próprias. Portanto, o mais importante aqui é que você compreenda o conceito de um plano de marketing, para que ele existe e como deve funcionar.

Plano de marketing pronto grátis

Primeiro passo – Definir as diretrizes principais do seu plano de marketing

O primeiro ponto a se considerar e pensar sobre é com relação ao objeto que será protagonista do seu plano de marketing. Sua ideia aqui é promover o que exatamente? Sua marca? Produto? Serviço? Uma empresa como um todo? Cada tipo de entidade ou instituição demandará uma estrutura de plano de marketing diferente, e isso precisa ficar claro.

A segunda questão que deve ser pensada é sobre o objetivo ou meta principal que você terá com seu plano de marketing. O que você espera fazer nos próximos meses ou anos da sua empresa? Melhorar as vendas? Ganhar autoridade de marca? Reposicionar sua marca? Divulgar um produto ou serviço para um público pré-estabelecido?

Segundo Passo – Realizando uma pesquisa detalhada

O plano de marketing é composto não apenas por ideias e diretrizes do que você fará com seu negócio, mas também de muito embasamento sobre o porquê tomar as decisões que você decidiu tomar. Ou seja, uma boa parte do plano de marketing deverá ser usada para demonstrar o resultado de pesquisas e investigações de mercado que você ou sua equipe devem realizar.

Veja alguns pontos que devem ser mandatórios para uma boa pesquisa de mercado:

  • Análise do contexto e cenário mercadológico

É necessário fazer análises internas e externas sobre o mercado em questão. Quando falamos em análise interna, falamos de um diagnóstico do ambiente da empresa, preços e custos, capacidade de produção, entre outras coisas. Já na análise externa, pensamos sobre as variáveis do mercado, analisando concorrentes, oportunidades e coisas do tipo.

  • Análise dos públicos

Antes de entrar de cabeça no planejamento tático do que você vai fazer para divulgar sua marca, serviço ou produto, você precisa saber quem é o seu público. É importante, porém, fazer uma análise completa que inclua não apenas o público que já consome seu produto, mas todos os públicos engajados com o mercado.

Terceiro passo – Elaborar um plano de ação

Finalmente, vamos colocar a mão na massa e pensar em o que pode ser feito para nosso plano de marketing. Comece respondendo algumas perguntas:

  • Que canais devo utilizar para falar com meu público?
  • Quais tipos e formatos de conteúdos funcionam melhor com o meu público-alvo?
  • Quais ferramentas e estratégias poderei ter à disposição na hora de monitorar os resultados de marketing?

Quarto passo – Colocar tudo em prática (execução do plano de marketing)

A execução pode não ser a parte mais legal e certamente é uma das mais trabalhosas de todas, porém, chegando aqui, o mais difícil já passou. Para uma boa execução, é bom contar com um time que possa ajudá-lo nas questões práticas e na resolução de problemas. É normal e previsto que as dificuldades ocorram, o importante é não se intimidar e parar a execução apenas porque uma coisa deu errado.

Plano estratégico de marketing pronto

Se o que você está procurando é um serviço para te ajudar a ter um plano de marketing pronto em pouco tempo, nós temos a melhor solução para você. Através de uma parceria com a plataforma Studybay, é possível solicitar auxílio dos melhores profissionais para desenvolver um plano de marketing para a sua empresa.

Seja para um estudo de caso, para um trabalho pronto completo ou para um plano de negócios pronto, nós podemos ajudar você a encontrar o profissional mais qualificado para te ajudar. Primeiro, você deverá descrever a sua demanda: o que você precisa? Quantas páginas mais ou menos demandará o trabalho completo? Você precisa de um plano de marketing, um plano de negócios ou um plano estratégico? Será um plano de marketing digital ou um plano de marketing offline?

A ideia é que você receba o trabalho sob demanda, no prazo, no custo e nos moldes que você quiser. Depois de você descrever sua demanda, os escritores e profissionais começarão a entrar em contato com você, e você poderá negociar os termos diretamente com eles. Uma vez que o trabalho esteja pronto e aprovado por você, o pagamento então é liberado ao profissional.

Plano de marketing exemplo

Público-alvo e segmentações

Você pode achar que definir o público é uma parte fácil ou, no mínimo, previsível na hora de fazer um plano de marketing. Acontece que este é um dos pontos mais importantes e também um dos mais subestimados, já que muitas empresas já dão seu público por certo sendo que deveriam refletir muito mais acerca dele.

Um dos segredos aqui é pesquisar muito bem o mercado no qual você está atuando e tentar aplicar segmentações de mercado em relação a seu público. Desta forma, você conseguirá identificar nichos do mercado e ver qual deles se encaixa mais com o seu produto, serviço, marca ou empresa.

Além disso, você poderá ter insights sobre novos públicos que valem a pena de tentar atrair, por contar com menos concorrência ou por qualquer oportunidade que apareça. As pesquisas costumam trazer dados reveladores sobre o mercado, que nos levam a repensar o posicionamento de determinadas marcas.

Canais de comunicação e divulgação

Uma vez que você definiu bem seu público e entendeu seu perfil, você está pronto para pensar nos canais de comunicação que serão utilizados em seu plano de marketing. Cada público, dependendo da faixa etária, classe social e outras variáveis, poderá ter um canal de comunicação preferido diferente, e é sempre bom que você esteja certo de estar utilizando o canal mais apropriado.

Mais além do público, os canais de comunicação também dependem muito do objetivo que você busca para a sua campanha. Enquanto meios de comunicação e canais mais massivos tendem a funcionar bem para campanhas de awareness e valor de marca, o mesmo não vale para outros objetivos. Se você quiser, por exemplo, que seu e-commerce venda mais, o melhor é anunciar em meios mais assertivos e nichados.

Pesquisas de mercado e de concorrentes

Nunca faça nenhum lançamento e nem feche um plano de marketing sem antes fazer uma pesquisa em profundidade do mercado e da concorrência no geral. Isso porque os concorrentes, além de servirem como parâmetros de preço, mensagens de marca e etc, também servem para nos dar bons insights do que deve ser feito, e também do que não deve ser feito.

Além disso, identificando com assertividade quais são os concorrentes diretos e indiretos da sua marca, você pode identificar também oportunidades de diferenciais. Por exemplo, se você vê que um produto concorrente direto seu tem menor durabilidade, poderá utilizar a durabilidade como parte principal da sua mensagem para trazer mais consumidores para você.

Objetivos de negócio e objetivos de comunicação

Sempre que falamos de metas e objetivos num plano de marketing, devemos pensar em objetivos de negócio e objetivos de comunicação, como dois eixos separados. Isso porque quando empreendemos uma determinada estratégia de marketing, não temos apenas um e nem só um tipo de ambições. Ao mesmo tempo em que queremos lucrar mais ou ampliar a fatia de mercado de uma empresa, também queremos que a marca seja mais conhecida, por exemplo.

Portanto, quando falamos de objetivos de negócio, estamos falando de variáveis concretamente relacionadas ao negócio da empresa. Ou seja, faturamento, vendas, contratos fechados, e coisas do tipo.

Já no caso dos objetivos de comunicação, a ideia é que você liste as suas expectativas com relação à comunicação e à mensagem que você está querendo transmitir. Aqui, veremos coisas como o índice de conhecimento de marca (brand awareness), índice de confiabilidade, eficiência da mensagem, share of voice, entre outras variáveis do tipo.

Autora: Sofia Barros Cunha
Editor do Site em comprartcc.com.br