Texto dissertativo pronto: o que é, como fazer, estrutura, etc.


Como fazer um texto dissertativo?

Muitas vezes, um texto dissertativo expositivo pode ser até mais difícil de escrever do que uma dissertação argumentativa. Enquanto em textos dissertativos argumentativos, você tem amplo espaço para explicar e esclarecer todos os seus pontos, em uma dissertação expositiva a ideia é que você apresente as ideias da maneira como elas são, sem imbuir elas de sua opinião. A chave para escrever um ensaio dissertativo é tentar incluir as informações mais pertinentes necessárias para apresentar o que tem a dizer sobre um assunto, não importa se você vai apenas expor ideias sobre o tema ou, de fato, argumentar.

Pensando nisso, criamos este texto explicando ponto a ponto como você deve escrever um texto dissertativo, tanto aqueles mais argumentativos como os mais neutros, expositivos. Desde o brainstorming de assuntos de redação até a edição da versão final, aqui está o que os alunos precisam saber sobre a elaboração de uma redação dissertativa forte e bem escrita.

Exemplo de texto dissertativo

É importante entender o que você está sendo solicitado a fazer antes de começar a escrever um ensaio acadêmico. Para isso, preste atenção no verbo usado por seu professor ou instituição de ensino na hora de solicitar o trabalho. Isso já deixará uma boa pista sobre qual objetivo você deverá alcançar com seu trabalho.

Por exemplo, você pode ser solicitado a fazer o seguinte:

  • Discutir: Investigar ou examinar por meio de argumentos e examinar todas as evidências e dar razões a favor e contra, colocando os pontos de vista opostos em debate.
  • Analisar: Você precisará decidir sobre a importância de algo e justificar sua decisão, analisando de fato o assunto e trabalhando com mais detalhes e relações do que nos outros verbos.
  • Avaliar: Avalie o valor de algo, faça seus próprios julgamentos de valor e apoie-os com argumentos e justificativas. Geralmente, quando nos deparamos com este verbo, estamos falando de textos dissertativos argumentativos.

Depois de entender a tarefa, você deve identificar o tópico geral e os aspectos do tópico sobre o qual foi solicitado a escrever. Isso o ajudará a manter o foco quando começar a pesquisar informações.

Texto dissertativo pronto

Pense cuidadosamente sobre a leitura que você precisa fazer para sua redação. Uma abordagem focada garante que você fique no caminho certo e saiba com antecedência onde encontrar as fontes de que precisa.

Para enfocar sua leitura, tente usar um mapa mental ou diagrama de aranha para anotar alguns pensamentos e ideias iniciais. O que você acha que deveria estar num ensaio acadêmico? Que limites você está estabelecendo? Você entendeu mesmo qual o objetivo deve buscar com a escrita do texto? Vai analisar, descrever, discutir ou argumentar?

Certifique-se de saber como localizar fontes apropriadas, como livros acadêmicos e artigos de periódicos. Ao começar a ler, você deve fazer anotações nos livros e textos que possam ajudar você a recuperar as ideias lidas posteriormente.

Certifique-se de que você:

  • Adicione seus próprios pensamentos às suas notas e tente fazer relações de forma crítica entre o texto que está lendo agora e os demais que já leu antes.
  • Não copie o texto nem trechos do texto palavra por palavra, senão isso pode ser considerado plágio. Se copiar, cite suas fontes.
  • Tenha em mente a sua pergunta dissertativa: quais informações são importantes e relevantes; que evidência você precisa para construir seu argumento?
  • Anote quaisquer frases ou sentenças em particular que você possa achar úteis entre aspas. Anote os números das páginas e todos os detalhes da fonte que está lendo.

Estrutura do texto dissertativo

Dissertações seguem uma estrutura particular: você definirá seu argumento na introdução, construirá e apresentará seu argumento no corpo principal e deve terminar com sua mensagem-chave geral ou argumento na conclusão.

Planejar a estrutura do texto é uma parte importante do processo de redação. Recomendamos que você crie um plano de ensaio antes de começar a escrever.

Um plano de redação ajudará você a:

  • Definir e organizar seu argumento antes de começar a fazer o primeiro rascunho do seu texto.
  • Produzir uma dissertação clara, coerente e bem estruturada
  • Saber onde você quer que seu argumento comece e termine
  • Abordar somente os temas principais e realmente relevantes para o tema

Dependendo da função do seu texto dissertativo, vale a pena reescrevê-lo algumas vezes até chegar ao resultado que você busca. Por exemplo, se estamos falando de uma dissertação para nota, onde você tem tempo de sobra para trabalhar nela, aconselhamos fortemente que você realize a revisão e, se necessário, reescreva seu texto quantas vezes puder.

Temas para texto dissertativo

Seus ensaios não devem ser uma colcha de retalhos de ideias de outras pessoas ou um conjunto de fatos e citações. Você precisa analisar criticamente o que está lendo e reunir as informações para ajudá-lo a desenvolver seus próprios argumentos, ideias e opiniões.

Tente organizar as ideias na forma de um mapa mental, com os pontos-chave organizados com informações de apoio ramificadas.

Considere o seguinte:

  • Que pontos principais você deseja destacar?
  • Você pode apoiar seus pontos de vista com evidências, como dados, fatos, pesquisas conduzidas por especialistas no assunto?
  • Você considerou diferentes pontos de vista e perspectivas?
  • Como você se certificará de que a estrutura é lógica e coerente?

Normas ABNT para texto dissertativo

É importante sempre ter presente o fato de que, para que um texto dissertativo ou de qualquer tipo seja considerado um texto acadêmico, com valor científico real, ele deve seguir as normas e orientações da ABNT – a Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Além das normas básicas e mais esperadas como o tamanho da fonte, o tipo de fonte, o espaçamento entre linhas e coisas do tipo, a ABNT também se reserva o direito de determinar alguns elementos textuais, pré-textuais e pós-textuais que são obrigatórios em uma dissertação, principalmente se o texto for uma dissertação de graduação, mestrado ou doutorado.

Os elementos pré-textuais são aqueles apresentados antes de que o texto, de fato, comece a ser desenvolvido. Isso inclui introdução, agradecimentos e outros elementos do tipo, como glossário, listas de tabelas ou imagens, ou até o índice da dissertação.

No caso dos elementos pós-textuais, estamos falando de seções do trabalho que devem vir depois do texto como um todo. Aqui então, estamos nos referindo aos elementos como anexos, apêndices, referências e coisas do tipo.

Finalmente, os elementos textuais obrigatórios são aqueles que fazem parte do texto como um todo. Aqui temos a introdução, o desenvolvimento do tema e a conclusão. Na introdução, você deverá colocar algumas informações iniciais sobre o tema, contextualizando o leitos sobre o que ele irá encontrar nas próximas páginas. No desenvolvimento, temos a parte mais original e que realmente compõe a dissertação. Aqui, você irá apresentar todos os fatos e informações relevantes para o texto, e caso você vá fazer uma dissertação argumentativa, é aqui também onde você apresenta seus argumentos. A última parte dos elementos textuais obrigatórios é a conclusão, sendo esta seção tão importante quanto o desenvolvimento. É aqui que você irá atar todas as pontas soltas, ao mesmo tempo em que coloca em evidência as questões que seguem em aberto no seu texto.

Diferença entre texto dissertativo e argumentativo

Existem basicamente dois tipos principais de textos dissertativos, e podemos dividi-los como textos dissertativos argumentativos e textos dissertativos expositivos. De qualquer forma, antes de mais nada, vale deixar bem claro que ambas modalidades são consideradas dissertações. Não importa se você quer escrever para argumentar sobre um determinado assunto, ou se a sua intenção é apenas expor os fatos e conhecimentos sobre aquilo: ambas construções são consideradas textos dissertativos.

No caso da dissertação expositiva, a ideia é apenas expor informações sobre um determinado tema. Então, aqui, você irá escrever uma introdução mais ou menos genérica sobre o tema, contextualizando o leitos das principais informações do assunto. Depois, no desenvolvimento, será onde você estará dedicado a apresentar dados e características daquele assunto, fazendo com que as coisas fiquem mais claras, palpáveis e concretas para quem for ler o artigo. Finalmente, quando chegue à conclusão, você deverá amarrar as pontas que exibiu no desenvolvimento, de forma que seja possível proporcionar ao leitor uma ideia geral e genérica sobre o tema escolhido.

Já quando falamos em uma dissertação argumentativa, nós teremos muito mais ideias subjetivas, que carregam um ponto de vista implícito sobre aquele tema. A introdução será mais ou menos igual à dissertação expositiva, com a diferença que você já vai dar mais ou menos a entender o que pensa sobre aquilo e qual a sua opinião. No desenvolvimento, você deverá expor dados e informações que sejam mais relevantes para seus argumentos. Também pode ser interessante mencionar alguns argumentos contrários aos seus, antecipando possíveis críticas e rebatendo tais argumentos à altura. Por último, na conclusão, você deixará completamente claro o que quer dizer sobre aquele assunto e ainda deverá convidar o leitor a refletir e opinar também sobre aquele tema.

O que é um texto dissertativo?

Os ensaios são usados para avaliar sua compreensão de ideias específicas e sua capacidade de explicá-las com suas próprias palavras.

Como escrever um texto dissertativo?

Os ensaios são geralmente escritos em um estilo discursivo, reunindo ideias, evidências e argumentos para abordar um problema ou questão específica.

Autora: Sofia Barros Cunha
Editor do Site em comprartcc.com.br