Você procura um modelo de relatório escolar, científico ou acadêmico? Confira aqui!


Nada mais comum do que estarmos na escola, faculdade ou até na pós-graduação, e nos vermos buscando um modelo de relatório pronto para ajudar-nos na hora de fazer um trabalho escolar ou científico. Até depois de adultas, as pessoas costumam procurar um relatório empresarial pronto para entregar no trabalho, ou coisas do tipo. Portanto, não se envergonhe e aprenda conosco todo o conhecimento que temos a transmitir!

Relatório escolar pronto em poucos passos

Existem dois tipos de relatórios escolares, os elaborados por alunos e dirigidos a educadores e professores, no sentido de dar a conhecer (relatar) um determinado estudo, investigação ou trabalho (quer este seja realizado pelo aluno ou que tenha sido realizado em grupo), informando o docente dos factos e acontecimentos da referida obra ou investigação, bem como dos passos percorridos durante a mesma, para obter um determinado resultado que consta do próprio relatório ou uma conclusão de relatório pronto.

O outro tipo de relatório escolar é aquele que é realizado pelos professores e pessoal docente e administrativo de um estabelecimento de ensino, desde que seja dirigido às autoridades educativas ou, se for caso disso, aos pais dos alunos, para os informar sobre o estado da aprendizagem dos alunos, seu desempenho e as atividades realizadas pelo aluno específico de quem o relatório fala (por exemplo, se for direcionado a seus pais).

Relatório acadêmico pronto

Como fazer um relatório acadêmico? Um relatório acadêmico de pesquisa é um documento onde são apresentados os resultados de um estudo sobre um tema específico. Este estudo tem como objetivo responder a uma questão em particular e, assim, ampliar o conhecimento a respeito desse tema. É como um resumo de TCC: um texto dissertativo, que compõe ao mesmo tempo em que explica o TCC pronto.

O relatório contém informações coletadas de diferentes fontes de informação por vários meios, tais como: entrevistas, pesquisas, observações, mídia eletrônica, etc. Essas informações aparecem organizadas, relacionadas de forma a revelar novos ou diferentes aspectos do tema abordado.

O relatório, como todo trabalho escrito, deve ter uma ordem lógica, ser claro e preciso nas ideias, ter uma boa apresentação. Você deve apoiar as informações apresentadas a partir de argumentos, reflexões e referências a fontes sérias que validam o que é afirmado.

Relatório de pesquisa pronto

Fazer um relatório de pesquisa pronto seguirá os mesmos preceitos e ideias por trás de um relatório acadêmico, e deverá necessariamente estar direcionado a e cumprir os requisitos de onde você irá aplicá-lo e de que se trata a sua pesquisa.

Por exemplo, caso seja um relatório de uma pesquisa antropológica, o relatório de pesquisa deverá ser qualitativo, pelo menos em sua maior parte, apresentando uma etnografia ou coisas do tipo. Por outro lado, um relatório de pesquisa matemática ou estatística, deverá ser mais quantitativo e apresentará os resultados concretizados em números, fórmulas, teoremas e/ou demonstrações práticas, algo próprio das ciências exatas.

Relatório científico pronto

Se forem seguidos alguns procedimentos como os aqui apresentados, e que o leitor interessado possa encontrar desenvolvidos nas fontes citadas a seguir, as avaliações podem gerar relatórios de alta qualidade, o que beneficiará a todos, pois estarão contribuindo para consolidar um ecossistema de informações acadêmicas cada vez melhores para todos.

Por fim, e presidindo a tudo o que precede, temos duas regras importantes: a primeira nos diz que, antes de mais nada, devemos seguir estritamente as instruções da revista (se estiverem disponíveis). Nesse caso, as propostas desta guia devem ser consideradas um suplemento ou orientação geral adicional.

Exemplo de relatório

Não existe uma maneira única de apresentar um relatório. As partes que o compõem podem variar dependendo do tipo de investigação, no entanto, um esquema pode ser o seguinte:

Índice

Aqui é marcada a numeração das páginas em que o relatório foi escrito.

Introdução

Na introdução, é mencionado de forma breve e clara:

  1. a) qual é o tema da pesquisa,
  2. b) o(s) objetivo(s),
  3. c) a justificativa, ou seja, porque é importante estudar este tema e
  4. d) quais as seções que compõem a obra e de que trata cada uma delas.

Contexto de pesquisa

Consiste em citar o local ou locais onde foi realizada a investigação, onde se localiza, o que ali se faz e na descrição de suas características para que o leitor do relatório localize o cenário.

Metodologia

Esta seção indica quais sujeitos foram investigados e quantos compuseram a amostra. Além disso, são citadas cada uma das etapas que foram seguidas para obter os dados, processá-los e comunicá-los, e é explicado como cada uma dessas etapas foi realizada, ou seja, quais técnicas ou instrumentos foram atendidos para cada etapa .

Perguntas de investigação.

Aqui se menciona qual questão ou questões que nortearam o trabalho de pesquisa. Às vezes, as perguntas não são formuladas, mas hipóteses.

Resultados

Esta seção é onde as perguntas da pesquisa são respondidas de maneira fundamentada. É o corpo da obra.

As respostas estabelecem relações entre:

  1. a) As informações obtidas de um cenário real diretamente ou em primeira mão pelo pesquisador, ou seja, aquelas que foram coletadas por meio de entrevistas, observações, pesquisas, etc. ao se aproximar do palco. Podem ser informações textuais, numéricas ou gráficas.
  2. b) Informações teóricas ou outros estudos semelhantes. Geralmente obtido por meio de fontes documentais (livros, publicações, etc.)
  3. c) As ideias ou análises do próprio investigador, o resultado da relação entre os dois pontos anteriores.

Na seção, esses três componentes (campo, informação teórica e adequada) devem estar consistentemente relacionados.

As ideias devem ser apresentadas em uma sequência clara que o leitor possa entender. Por exemplo, se você estivesse falando sobre poluição do ar, esperaria começar tratando as causas, depois os efeitos e, a seguir, as medidas preventivas ou corretivas propostas.

Todas as ideias que não sejam suas, mas retiradas de outras fontes, devem fazer referência a elas, por meio de citações ou notas de referência (ver material: “citações textuais e citações indiretas”)

Conclusões

Aqui são levantadas ideias relevantes que necessariamente emergem da seção anterior.

Os julgamentos de valor do pesquisador sobre o assunto também estão incluídos.

Podem ser incluídas ideias sobre se o objetivo inicial da pesquisa foi alcançado ou não e as razões acadêmicas para tal. Da mesma forma, as novas questões que foram geradas no pesquisador podem ser incluídas, como um convite a outros para continuar estudando o assunto.

Bibliografia

Refere-se à lista de todas as fontes bibliográficas ou outras que foram usadas para o relatório. Essas fontes devem ser citadas corretamente. (consulte o material: “fontes de informação”)

Devem ser apresentados em ordem alfabética com base no sobrenome dos autores.

Relatório ABNT Pronto

As normas ABNT a serem seguidas por um relatório devem seguir o mesmo padrão das regras de TCC, monografias e artigos ou documentos acadêmico-científicos. Estas regras são muitas, podendo ser vistas nos documentos oficiais da instituição. De qualquer forma, sintetizamos alguns pontos principais a seguir:

  • Formato da página: padrão A4 com fundo branco
  • Fonte utilizada: Deverá ser Times New Roman ou Arial e usar o tamanho 12
  • O estilo itálico deverá ser aplicado em quaisquer palavras provindas de outro idioma, menos para expressões em latim
  • Margens de 2cm à direita e abaixo e de 3cm à esquerda e acima
Autora: Sofia Barros Cunha
Editor do Site em comprartcc.com.br