Você sabe como deve ser a estrutura do TCC?

TCC, artigo de graduação, tese de graduação, tese de mestrado, artigo acadêmico..todos esses trabalhos, antes de serem obrigações que um estudante precisa cumprir para se formar, são parte de algo que se chama “produção científica”. Isso causa bastante estranhamento e dúvidas entre os alunos, mas nós estamos aqui para ajudar você!

Neste texto, explicaremos a diferença entre cada um destes conceitos, falaremos sobre como fazer e estrutura do trabalho tcc, além de mencionar informações sobre as normas da ABNT para TCC e etc.

Vem com a gente e confira tudo o que você sempre quis saber, mas nunca tiveram paciência para explicar.

Estrutura do TCC passo a passo

Todos os trabalhos científicos ou acadêmicos, o que obviamente inclui também o TCC, devem seguir algumas regras básicas para que possa ser compreensível para todas as pessoas. Isso também ajuda a que outros cientistas e pesquisadores sejam capazes de ter acesso ao seu trabalho e dar continuidade a ele, sendo esta a verdadeira magia da ciência.

Segundo alguns acadêmicos importantes, mais importante do que redigir, de fato, a sua monografia ou TCC, é importante que se cuide da sua estrutura. Ou seja, antes de ter seu TCC pronto, você definitivamente precisará ter certeza que ele tem coerência lógica e a formatação adequada para que outros possam ter acesso a ele.

A estrutura de um trabalho de TCC deve seguir mais ou menos este padrão:

  • Introdução geral sobre o trabalho

Na introdução, você deverá dedicar algumas páginas a alguns assuntos essenciais, contextualizando o leitor sobre a sua pesquisa. Nesta seção, você falará sobre as motivações que o levaram a escolher este tema, como ele já foi estudado, como é estudado hoje em dia, entre outros pontos essenciais para uma boa compreensão do fenômeno estudado.

  • Desenvolvimento das ideias e corpo do trabalho

É aqui onde você deverá, de fato, desenvolver suas ideias. Os trabalhos de conclusão de curso podem assumir várias formas diferentes, podendo ser mais empíricos ou mais teóricos, e geralmente ficam na segunda opção. Sendo assim, você certamente dedicará vários capítulos  ao desenvolvimento de suas ideias, que devem ser apresentadas de forma lógica, clara e concisa, evitando parágrafos e assuntos desnecessários, que fujam ao tema principal do trabalho.

  • Resultados finais e conclusão do trabalho

Esta é a parte onde você irá apresentar as suas conclusões, resultados e descobertas feitas no seu TCC. Caso você esteja em algum curso que exija abordagens mais práticas, provavelmente terá feito pesquisas empíricas ou experimentos práticos, sobre os quais você deverá revelar os resultados aqui nesta parte. Também é importante tirar conclusões lógicas do seu trabalho que possam comprovar pontos levantados anteriormente por outros autores ou levantar novas ideias ainda não problematizadas.

Mais detalhes sobre a Estrutura do TCC ABNT

Sendo você um estudante de graduação, não há dúvidas de que você já ouviu falar da ABNT. A Associação Brasileira de Normas Técnicas não diz respeito apenas ao tipo de teclado que você usa no computador, mas também dita normas de como textos acadêmicos devem ser escritos. Isso pode parecer chato, inútil ou preciosista demais, porém, os padrões são importantíssimos, principalmente na ciência e em trabalhos acadêmicos.

Imagina se cada pessoa começar a usar um tamanho de letra diferente, ou se cada pesquisador quiser colocar as fontes de onde pesquisou o trabalho formatadas como bem entender? Ou ainda, imagina se um investigador de química faz um trabalho medindo um líquido em litros, outro em onças, outro em galões e por aí vai… seria uma confusão completa. Para padronizar e organizar as coisas é que existe a ABNT, e mostraremos como aplicar estas regras no seu TCC.

  • O primeiro ponto é checar se seu trabalho possui todos os elementos pré-textuais considerados obrigatórios. Isto é, as seções que o TCC apresenta. Você precisa de uma capa, uma folha de rosto, um resumo, e um sumário – tudo isso obrigatoriamente.
  • Sobre os elementos textuais, eis aqui os que devem estar presentes de forma mandatória em seu trabalho: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão.
  • Os elementos pós-textuais, isto é, aqueles que vem depois dos textos referentes à produção teórica, devem ser: Bibliografia e anexos.
  • Com relação às necessidades de formatação, é importante checar todas as regras antes de enviar seu TCC pronto à gráfica. Existem normas para as margens do documento, estilo e tamanho de fontes – assim como sua cor – espaçamento de caracteres e espaçamento entre os parágrafos.

Vejam uma estrutura do trabalho TCC exemplo

Se o que você precisa é de um modelo para saber como deve ser a estrutura do tcc na prática, mostraremos aqui um exemplo de como ele pode ser feito. No caso, vamos imaginar um tema qualquer para falar do nosso TCC hipotético…que tal se for um TCC de pedagogia sobre “O uso das novas tecnologias nos processos de aprendizagem”?

Ótimo, segue abaixo como seria mais ou menos um modelo de estrutura de TCC sobre isso:

  • Primeira parte – Introdução:

Aqui, explicaríamos por que escolhemos falar sobre novas tecnologias em processos de aprendizagem. Por que isso me interessa como fenômeno científico e quais outros investigadores já tentaram observar e analisar este fenômeno. Aqui, é importante colocar bem concretamente quais autores servirão como referencial teórico para você, de preferência citando o máximo de artigos, livros e fontes possíveis.

  • Segunda parte – Desenvolvimento:

O autor desta tese hipotética irá aqui começar a analisar o fenômeno sob o seu próprio ponto de vista. Ou seja, o principal nesta parte é buscar conhecimento prévio que se tenha desenvolvido sobre o tema para estabelecer relações originais e até então desconhecidas sobre o assunto. Fazendo isso, você estará contribuindo de verdade para o desenvolvimento científico e gerando inovação.

  • Terceira parte – Conclusões:

As conclusões e os resultados do trabalho são importantes para que você diga se, de fato, as relações que você estabeleceu ao longo do seu TCC são válidas, como são válidas e por que são válidas. Quando escrevemos um trabalho acadêmico, temos uma ou mais hipóteses iniciais, e trabalhamos para comprová-las ou refutá-las. Caso depois de pesquisar o fenômeno e tentar comprovar suas hipóteses você viu que, na verdade, elas falharam, não tem problema! Por mais que você não tenha conseguido afirmar algo sobre o fenômeno, pelo menos já se sabe o que ele não é, e isso pode ser muito significativo para a ciência no geral!

Como fazer a estrutura do trabalho TCC

Ao começar a enfrentar a reta final do curso de graduação e receber a pressão dos professores, familiares e colegas de sala sobre o seu trabalho de conclusão de curso, é natural que a gente se sinta incapaz e o pânico tome conta da nossa mente. Mas calma! Calma é o mais importante a se ter na hora de escrever um TCC, e você deve encará-lo como um trabalho de meses, e não de dias nem de semanas.

A primeira coisa mais importante a se fazer é escrever a estrutura do trabalho TCC em detalhes. Quanto mais detalhada a estrutura, melhor, e aí todo o resto do trabalho se tornará bastante simples. Ao fazer a estrutura do seu TCC, você depois já pode ir transformando as seções em títulos, e depois pode incluir os subtítulos, e assim por diante. Ter a estrutura completa pronta antes de começar a escrever também é importante porque ajuda você a se planejar e não fugir do cronograma, estabelecendo datas para desenvolver a escrita de cada seção por separado.

A ideia é que se você trabalhar um pouquinho todos os dias, ao final de um mês inteiro terá feito muita coisa, e mais ainda depois de 4 ou 5 meses. Portanto, desde que o assunto TCC começar a ser mencionado na sua faculdade, é bom você já ir se planejando sobre quando e como você vai escrevê-lo. É verdade que isso parece papo de professor bonzinho que depois acaba se contradizendo, mas não… estamos falando sério: com planejamento e calma, o TCC pode ser um trabalho fácil, tranquilo e sem estresse algum.

Veja algumas dicas de ouro de como escrever e fazer a estrutura do trabalho TCC:

  • Por mais que os professores deem muitos horários livres durante o período de escrita do TCC, use e abuse das chances que você tem de conversar com seu orientador. O orientador ou orientadora do seu TCC deve ser seu melhor amigo na hora de saber se você está no caminho certo.
  • Não subestime o trabalho que você tem pela frente, e não contabilize o trabalho pelo número de páginas. Existem algumas páginas que você irá demorar 20 minutos para escrever, enquanto outras você pode demorar dias.
  • Portanto, divida e organize o trabalho que você tem pela frente pensando em seções, capítulos, títulos e subtítulos do seu TCC. Então, estabeleça metas como “até determinado dia eu irei terminar de escrever o texto que vem depois deste subtítulo”, e por aí vai…
  • Programe seu cronograma para finalizar a escrita e ter o TCC pronto pelo menos 1 mês antes da data real. O trabalho é longo, imprevistos acontecem, e é sempre bom ter um tempo de garantia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *