Tabulação e Análise de Dados


A tabulação pode ser complicada, principalmente se utilizar de uma base de dados muito grande. Por isso, a TCCEscritores oferece serviços de tabulação de dados, bem como de auxílio nas mais diversas etapas da preparação do seu trabalho acadêmico. Com especialistas qualificados, todo o processo de organização do seu TCC pode ser facilitado, desde a coleta de referências até a terrível tabulação de dados. A ComprarTCC conta com profissionais nas mais diversas áreas e um histórico de serviços bem avaliado por clientes satisfeitos. 

Assim, se você está precisando de ajuda na hora de organizar os seus dados e elaborar a tabela, saiba que pode contar com ótimos profissionais que estão à disposição para te auxiliar nessa importante etapa da formação acadêmica.

Você que está pesquisando, fazendo sua iniciação científica, tese ou dissertação e gostaria de aprender a tabular dados, elaboramos esse artigo para introduzir na área e ajudar a tirar algumas dúvidas. A tabulação de dados é essencial tanto para pesquisas quanto para nichos do mercado em que há interesse em analisar, por exemplo, comportamentos do consumidor ou outras informações possíveis de serem interpretadas através da coleta e organização dos dados.

O que é tabulação de dados?

Para quem está na área acadêmica, é necessário ler e compreender de maneira adequada os resultados de estudos e pesquisas da área de interesse do pesquisador. Para isso, é necessário interpretar corretamente os dados que foram coletados e reportados.

A tabulação de dados é o método de dispor as informações coletadas em tabelas, com o intuito de tornar mais simples a verificação e as relações entre as variáveis de pesquisa. Então saber como fazer a tabulação de dados de uma pesquisa é essencial para qualquer pesquisador de qualquer área.

Trata-se do processo de agrupar e contar os dados das várias categorias de análise, sendo possível haver dois tipos de tabulação:

  • Tabulação simples
  • Tabulação cruzada

Nesse artigo vamos falar um pouco sobre a tabulação de dados, para que serve, quem precisa desse tipo de serviço, quais os tipos de tabulação e como fazer uma tabulação de dados, para você que é pesquisador e está precisando tabular os dados da sua pesquisa. Por fim, mostraremos também como fazer uma representação gráfica desses dados, para que fique mais fácil de observar a tabulação e analisá-la.

Quais os tipos de tabulação?

Como dissemos, existem dois tipos de tabulação de dados, são elas: Tabulação simples e tabulação cruzada.

Tabulação simples

A tabulação simples é o que o próprio nome indica, trata de uma tabulação em que ocorre apenas a contagem do número de casos para cada variável analisada.  É recomendada para casos mais básicos como, por exemplo, enquetes em que não há a opção de escolher mais de uma resposta.

Tabulação cruzada

A tabulação cruzada é mais elaborada e é, geralmente, a mais utilizada na área acadêmica. Nela, a amostra é dividida em subgrupos, fazendo com que se possa verificar como as respostas mudam entre os grupos. É através dela que é possível chegar a conclusões sobre os dados em grande escala e com grupos variados, facilitando o resultado da sua pesquisa.

O que são os dados de pesquisa?

Para fazer uma tabulação, primeiro, você precisa das informações a serem tabuladas. Elas são conhecidas como dados de pesquisa. Os dados são os principais componentes do processo de pesquisa. São eles que dão base para os resultados publicados através de artigos, teses, dissertações, etc.

Os dados de pesquisa podem ser:

  • Documentos de texto
  • Planilhas
  • Estatísticas
  • Cadernos de laboratório
  • Cadernos de campo
  • Diários
  • Questionários
  • Transcrições
  • Arquivos de áudio e vídeo
  • Fotografias
  • Entre outros

Os tipos de dados podem ser observacionais, experimentais, simulações ou dados compilados. Cruciais para qualquer pesquisa, os dados não são fáceis de estruturar e organizar, por isso a tabulação de dados é importante, para auxiliar na sua interpretação e apresentação.

Tipos de variáveis dos dados para softwares estatisticos

Existem dois tipos de variáveis que podem ser coletadas para a tabulação de dados. São elas:

Variável quantitativa normal

Quando não há uma ordem numérica, podendo ser tabulada com palavras ou letras

Variável quantitativa ordinal

Acontecem quando os dados seguem uma ordem, por isso precisam ser representadas por números para que o software estatístico consiga processar os dados

Assim, é preciso saber corretamente com qual tipo de variável você está lidando na sua base de dados para que, na hora de tabular, possa organizá-la da maneira certa e não ter que refazer o trabalho.

Quem precisa do serviço?

A tabulação de dados é utilizada por pesquisadores para interpretar e apresentar os resultados de sua pesquisa. Também pode ser utilizada por profissionais corporativos que precisam lidar com grandes quantidades de informações e estatísticas. Aprender a tabular dados pode levar ao gosto pela pesquisa, evitando situações como procurar anúncios de faco seu tcc para lidar com a tabulação e organização dos dados.

Alguns exemplos de usos para a tabulação de dados incluem:

  • Análises sobre o comportamento de estudantes dentro de um curso de graduação
  • Análises sobre opiniões de funcionários sobre a implementação ou não de um novo recurso ou a mudança de algum comportamento empresarial
  • Análises sobre o comportamento da população em situações específicas como, por exemplo, consumo de bens duráveis ou de entretenimento e lazer.
  • Cruzamento de dados para dizer o grau de motivação de funcionários dentro de um departamento.

Como fazer uma tabulação e análise de dados?

A tabulação é um arranjo sistemático dos dados em uma tabela. Para fazer uma tabulação corretamente, é preciso que ela contenha as seguintes características:

Numeração da tabela

A primeira parte da tabela e é inserida ao topo, para facilitar a identificação rápida da tabela e permitir que seja encontrada facilmente para futuras referências

Título da tabela

Assim como a numeração, a tabela precisa de um título. O título pode ser inserido imediatamente abaixo ou à direita do número da tabela. É essencial que o título seja breve e se limite a palavras-chave para que descreva o conteúdo da tabela de maneira eficiente.

Notas sobre a tabela

A nota sobre a tabela deve ser inserida logo abaixo do título e se trata de uma informação breve sobre as características dos dados como, por exemplo, em uma tabela que tenha dados monetários, a nota pode descrever o tipo de moeda utilizado, etc.

Títulos das colunas

É necessário descrever corretamente o que cada coluna irá representar, para entender seu significado.

Títulos das linhas

Assim como as colunas, as linhas devem descrever as informações que serão representadas pelos dados inseridos.

Corpo da tabela

Esta é a parte na qual são inseridos os dados em si, sejam eles dados numéricos ou outro tipo de informação. Os dados da tabela são lidos horizontalmente da esquerda para a direita e, por colunas, de cima para baixo.

Nota de rodapé

Uma nota de rodapé pode ser inserida abaixo da tabela, deve ser utilizada para indicar qualquer fato ou informação que não esteja claramente identificada nos títulos das colunas, linhas ou da própria tabela. Outras informações adicionais também são inseridas em notas de rodapé.

Nota sobre a fonte

É importante, também, indicar a fonte das informações coletadas. A fonte comumente é descrita abaixo da nota de rodapé.

A tabulação pode ser feita no programa Microsoft Excel, que lida diretamente com tabelas. Assim, é possível organizar uma tabulação para que ela esteja disponível para futuras referências. Muitos sites governamentais utilizam bases de dados disponíveis no formato do Excel para que trabalhadores e estudantes utilizem suas informações para pesquisas e serviço.

Por exemplo, o site do Tesouro Federal disponibiliza o RREO, isto é, Relatório Resumo da Execução Orçamentária no formato de arquivo para Excel. Nele é possível verificar todos os níveis de gasto público, permitindo a transparência da gestão pública e que funcionários observem esses dados.

Exemplo de tabela

A seguir vamos ver um exemplo de tabulação de dados sobre a distribuição de alunos de escola pública e particular em determinadas classes de uma universidade. A tabela pode ser criada no exel para aproveitar todos os recursos e, idealmente, lidar com bases de dados muito maiores. O programa Excel está disponível tanto em software como online.

Alunos Classe I Classe II Classe III Total
Escola Pública 20 30 20 70
Escola Particular 50 40 50 140
Total 70 70 70 210

 

Essa é uma tabela simples apenas para fins de exemplificação. A tabulação é muito mais vantajosa quando lida com centenas ou até milhares de linhas e colunas, permitindo uma fácil referência e apresentação através de gráficos. Uma boa dica para manter a organização das suas tabelas é separar as colunas importantes por cores, principalmente em tabelas muito grandes, para facilitar a visualização.

Dominar as fórmulas de Excel também é fundamental para pesquisadores que precisam lidar com grandes números de dados. Fórmulas como PROCH e PROCV, por exemplo, para procurar na horizontal e na vertical, podem ser um grande auxílio na hora de encontrar linhas ou colunas específicas de uma tabulação.

Tabulação e representação gráfica de dados

Para facilitar a visualização das informações contidas na tabulação, é possível gerar um gráfico para representá-las. O gráfico permite uma visualização mais direta dos dados, facilitando a análise e a apresentação de seus resultados.

O gráfico permite que pessoas leigas tenham acesso completo ao que a tabulação de dados quer indicar. Trata-se de uma representação visual da comparação entre os dados analisados, indispensável para apresentações sejam em congressos ou dentro de empresas. O gráfico é um ótimo recurso para simplificar o acesso à informação da pesquisa.

Objetivos da tabulação

A tabulação, como dissemos, é fundamental para organizar, interpretar e apresentar os dados coletados. Ela é vantajosa pelos seguintes motivos:

A tabulação permite a simplificação de dados complexos

Quando um conjunto de dados é tabulado, o número dados brutos é simplificado e apresentado de uma maneira muito mais acessível. Isso facilita a compreensão e a análise de dados que, individualmente, são complexos e difíceis de comparar. Além disso, a tabulação permite uma navegação mais fácil dentre os dados tabulados.

Para destacar informações importantes

Representar os dados através de uma tabela permite que haja um método de se destacar qualquer informação importante. Como a visualização dos dados, num geral, fica mais concisa e simplificada, é possível destacar facilmente qualquer dado que demonstra um comportamento atípico ou que seja relevante para as conclusões da pesquisa.

A tabulação facilita a comparação

Apresentar os dados de forma organizada em linhas e colunas facilita com que sejam comparados em diversos parâmetros. Por exemplo, é possível facilmente identificar o mês que uma loja efetuou o maior número de vendas.

Conclusão

Como pudemos ver, a tabulação não é apenas um recurso, mas uma ferramenta essencial para a pesquisa e até mesmo para certas atuações dentro do mercado. Ela permite interpretar e organizar grandes quantidades de dados e, quando bem feita, é capaz de facilitar a interpretação e auxiliar nas conclusões da pesquisa.

Para além disso, é uma ferramenta que permite uma melhor visualização e apresentação dos dados, permitindo que os dados coletados possam ser apresentados em gráfico para uma melhor visualização e simplificação do conteúdo apresentado.

Esperamos que com esse breve artigo possamos ter introduzido alguns conceitos e dado algumas dicas de como montar uma tabulação de dados. É essencial que qualquer pesquisador saiba fazer sua tabulação, mesmo para compra de trabalhos acadêmicos, é importante entender como funciona a tabulação para garantir que o produto comprado demonstra os dados corretamente e você possa compreendê-lo na hora de tcc online comprar.

O que é tabulação de dados?

Tabulação de dados é o método de organizar e apresentar os dados coletados para a pesquisa através de tabelas, facilitando a interpretação e simplificando a visualização. Através da tabulação é possível gerar gráficos e melhorar a interpretação dos dados coletados.

Pra que serve a tabulação de dados?

A tabulação de dados serve para simplificar dados complexos, destacar informações importantes, facilitar a comparação e melhorar a visualização dos dados num geral. Em bases de dados muito grandes, a tabulação permite uma melhor navegação pelos dados e posterior referência.

Qual o melhor programa para fazer uma tabulação de dados?

O principal software para tabulação de dados é o Microsoft Excel, ele foi feito para lidar com grandes bases e é capaz de gerar gráficos para melhor apresentar as comparações. Além disso, existem fórmulas e recursos que auxiliam na navegação.

Devo utilizar gráficos na minha tabulação?

O gráfico é um recurso visual para apresentar uma informação obtida de uma maneira mais fácil e acessível. Pode ser usado em situações que exige apresentar o resultado para alguma pessoa que não está familiarizada a interpretar bases de dados.

Autora: Sofia Barros Cunha
Editor do Site em comprartcc.com.br